Entrar

Funcionários do hospital tem salários parcelados pela 3ª vez consecutiva

Destaque Funcionários do hospital tem salários parcelados pela 3ª vez consecutiva AG

A situação financeira do Hospital Dr. Lauro Reus segue preocupante. Na última quinta-feira, 7, os funcionários da principal casa de saúde da cidade foram surpreendidos com somente 80% do pagamento de seus salários referente ao mês de agosto.

“A alegação é a mesma de sempre: que a prefeitura não repassou a totalidade que deveria repassar. Desta vez a direção sequer nos deu uma previsão de quando o restante será quitado”, afirma uma funcionária, que pediu para não ser identificada.

Procurado pela reportagem do AG, o Secretário Municipal de Finanças, Fernando Trott foi categórico em afirmar que não existe nenhum débito do município com o Hospital. “Todos os serviços que foram comprovadamente prestados, já estão quitados por parte do governo municipal”, afirmou.

A reportagem também entrou em contato, na segunda-feira, 11, com a assessoria de imprensa do hospital. Às 20h39min de terça-feira, 12, uma nota foi enviada a redação do AG, confira na íntegra:

"A direção do Hospital Dr. Lauro Réus sob gestão do Hospital de Caridade São Roque, vem a público novamente manifestar-se sobre a grave crise financeira vivida pela instituição.

Esta crise financeira é motivada pela inadimplência, causada pelo não pagamento das parcelas fixas do contrato firmado entre a Prefeitura Municipal de Campo Bom e o Hospital de Caridade São Roque. 

Estas parcelas fixas referem-se aos atendimentos em cirurgia geral, serviços de traumatologia e ortopedia, serviços laboratoriais e outros valores fixos do pronto atendimento. Estes valores hoje são motivo de notificação judicial e somam a quantia de mais de 2 milhões de reais.

Consequentemente, o hospital tem parcelado os salários dos funcionários, atrasados os honorários dos profissionais médicos, além de atrasar o pagamento de fornecedores.

Destacamos que apesar de enfrentarmos esta grave crise financeira o hospital tem mantido integralmente o atendimento sem causar nenhum prejuízo à população.

No entanto, enfatizamos que caso a Prefeitura Municipal de Campo Bom continue a descumprir o contrato, estará inviabilizando totalmente a continuidade do mesmo, causando sérios prejuízos à comunidade de Campo Bom, que hoje recebe um serviço de excelência nas instalações do Hospital Dr. Lauro Réus.

Em relação ao pagamento dos funcionários relativo ao mês de agosto, prestamos os seguintes esclarecimentos: o pagamento dos funcionários foi totalmente integralizado nesta terça-feira, 12 de setembro de 2017. Em relação ao pagamento dos profissionais médicos, informamos que possuímos atrasos desde julho de 2017.

Quanto aos pagamentos realizados pela Prefeitura Municipal de Campo Bom, destacamos que os valores de repasses Federal e Estadual, relativos ao mês de agosto foram pagos parcelados ao hospital, o que ocasionou o parcelamento dos salários. Referente aos repasses dos recursos próprios do município de Campo Bom, até o presente momento, o hospital não recebeu tais valores"

 

O QUE DIZ A PREFEITURA

"A Prefeitura de Campo Bom, através da Secretaria de Saúde, faz um rigoroso controle e revisão das faturas emitidas pela Associação Hospital de Caridade São Roque, administradora do Hospital Lauro Reus. Desde o início da gestão a Administração Municipal tem constatado diversas inconformidades nestas faturas e, pautados pela probidade, transparência e respeito com os recursos públicos, o Município efetuou somente os pagamentos de procedimentos efetivamente realizados e comprovados pelo prestador de serviço.

A Administração Municipal destaca que foi decisão da Associação Hospital de Caridade São Roque judicializar a cobrança dos valores discordantes, deixando de recorrer e comprovar a realização dos serviços de forma administrativa junto a Prefeitura, portanto a cobrança desses valores divergentes está sob análise judicial.

Cabe ainda salientar que não justifica-se o atraso ou parcelamento do pagamento da folha salarial dos funcionários do Hospital na data habitual, visto que a Administração Municipal depositou o valor de R$ 513.627,16 no último dia 6 de setembro e mais R$ 464.296,00 no dia 8 de setembro. Valores esses mais do que suficiente para cobrir os salários e encargos na sua integralidade, mas a decisão de priorização dos pagamentos cabe a Direção do Hospital São Roque.

Reiteramos que todos os débitos dos serviços realizados e comprovados e que estiverem em conformidade com os critérios pactuados em contrato serão pagos. A Prefeitura tem como compromisso o cumprimento das determinações da lei, da gestão consciente e transparente dos recursos, fazendo com que os valores investidos, possam refletir na ampliação do acesso e na qualidade dos serviços de saúde para comunidade"

Última modificação emQuinta, 14 Setembro 2017 13:13
Sportbook sites http://gbetting.co.uk/sport with register bonuses.