Entrar

Escola Quatro Colônias: Por uma decisão favorável

Destaque Escola Quatro Colônias: Por uma decisão favorável Angélica Spengler/AG

Há cinco anos e meio, o governo estadual de Tarso Genro (PT) fechou uma tradicional instituição de ensino de Campo Bom devido à queda no número de matrículas. Esse período foi suficiente para que o prédio e terreno onde funcionava a Escola Estadual de Ensino Fundamental Quatro Colônias ficassem tomados pelo mato, sujos e fossem depredados.
A estrutura localizada na Rua Alziro Nunes Monteiro, quase às margens da ERS-239 ocupa um terreno de 9.994m² e atendeu durante 50 anos a comunidade do bairro Quatro Colônias. A parte interna dos dois prédios foi parcialmente destruída. Pias e forros dos banheiros foram arrancados, há vidros e lâmpadas quebradas, lixo por vários cômodos.
A vegetação tomou conta do terreno e os cadeados nas portas não impediram que vândalos invadissem o espaço.

Repasse para o município

Em dezembro de 2018 foi anunciada durante uma reunião em Porto Alegre a cedência das instalações físicas da Escola Estadual Quatro Colônias ao município de Campo Bom para colocar em funcionamento na área uma nova unidade destinada para a educação infantil. A doação foi confirmada na audiência do deputado federal Giovani Feltes com o secretário estadual de Modernização Administrativa e dos Recursos Humanos, Raffaele Di Cameli, juntamente com o prefeito Luciano Orsi.
Como o processo de doação ou cessão de uso não andou, no último dia 27 de maio, o prefeito Luciano Orsi esteve em Porto Alegre, acompanhado da secretária Municipal de Educação, Simone Schneider, e do procurador Fauston Saraiva, em audiência com a secretária Estadual de Planejamento, Orçamento e Gestão (Seplag), Leany Barreiro de Sousa Lemos. Durante o encontro, Orsi reforçou a intenção do Município de utilizar o prédio para implantar uma escola de Educação Infantil, que poderá atender até 150 crianças.
Orsi explicou que toda a documentação necessária já foi apresentada para o Estado no final de 2018, mas o Município ainda não obteve retorno. “Segundo Leany, a definição sobre a cedência do prédio da escola Quatro Colônias para a Prefeitura de Campo Bom ficará a cargo da comissão da Seplag, o que deve ocorrer nesta quinta-feira, dia 6 de junho, sendo então necessário o aval da Secretaria Estadual de Educação (SEDUC). A secretária ficou de nos dar um parecer no dia 7 de junho, mas disse não ver motivos para que essa cedência não aconteça”, afirma o chefe do executivo.

Entenda o processo

No início de 2017, a Administração Municipal iniciou o processo para dar uma destinação adequada ao espaço, tão importante para os campo-bonense. “Ainda no começo de nossa gestão, abrimos novo processo para cessão de uso e desde então estávamos acompanhando de perto todos os trâmites legais. No segundo semestre de 2018, a Coordenadoria Regional de Educação nos informou sobre a possibilidade de cedência, mas apenas para uso exclusivo do município, para a implantação de uma escola no local. Como a demanda na Educação Infantil no município é grande e temos um compromisso assumido com o Ministério Público em relação à Educação Infantil, aceitamos e seguimos com a documentação solicitada e necessária”, explica Orsi.

Suprir defasagem da educação infantil

De acordo com a secretária de Educação, Simone Schneider, hoje o município possuiu uma defasagem de 220 vagas, número que seria praticamente suprido com o início das aulas na Quatro Colônias. “A escola tem capacidade para atender 150 crianças e com a ampliação da EMEI Amiguinho, que irá abrir mais 60 vagas, conseguiríamos praticamente atingir a meta”, revela.
Orsi ainda acrescenta que, na região do bairro Quatro Colônias, diversos empreendimentos estão sendo desenvolvidos como o novo loteamento, a Cooperpoli, que em breve trará a necessidade de uma escola no bairro. “A escola está em um lugar estratégico. E sabemos que futuramente com o aumento da população naquela região ela será necessária para suprir a demanda de vagas”.

Investimento
Para realizar a adequação da estrutura da escola, a projeção da Administração Municipal acredita que será preciso investimento entre R$ 300 e R$ 400 mil.

“Era escola, mas também um reduto de lazer”

A Escola Quatro Colônias é o exemplo de instituição que era muito mais que um espaço de ensino e aprendizagem. Era um espaço de encontro das famílias, onde existia uma quadra de esportes e gramado, refúgio para muitos dos jovens com poucas opções de lazer. Na década de 60, quando foi inaugurada, a instituição era uma escola rural, onde os alunos contavam com aulas práticas na lavoura e o diretor morava no local.

Sportbook sites http://gbetting.co.uk/sport with register bonuses.