Entrar

Um novo olhar, para um novo mundo

Da maioria sequer sei o nome. Talvez se me dissessem o nome de seus pais até poderia identificá-los. Alguém me disse, ou ouvi alguém falar, que todos eles representam alguma entidade que, se as enumerasse, ocuparia um considerável espaço. Mas o que importa mesmo é o que vi e o que senti. O que importa é que me arrepiei e me emocionei como há muito não acontecia. A ação “Um novo olhar para Campo Bom” rompeu paradigmas talvez antes inimagináveis e mostrou a todos que sim, estes jovens podem mesmo modificar o mundo. Para quem quiser entender melhor a que me refiro pode conferir a matéria nesta edição na página ao lado.

Vi crianças, jovens e também adultos, alguns ainda com carinha de sono chegando, no sábado pela manhã no espaço Marilú Kehl dispostos a fazer alguma coisa que as transformassem para sempre e que pudessem, a partir de então, carregar consigo o orgulho de terem feito algo diferente e, que este diferente, se espalhasse por toda a sua cidade e por todo o seu mundo. Vi pegarem em ferramentas que, para alguns, pudesse representar o desconhecido. Lixas, chaves de fenda, furadeiras, pinceis...

A vontade de modificar o quadro era de uma rapidez impressionante como se estivessem diante um filme onde as imagens eram aceleradas. Faziam tudo com muita alegria, com muita disposição que por algumas horas nos fizeram esquecer do país em que vivemos, da corrupção e da roubalheira desenfreada de uma ganância em tomar para si o que é dos outros, matando pessoas, crianças e idosos indefesos por falta de uma saúde pública digna.

Tal qual uma benção foi a chuva que marcou a conclusão dos trabalhos para outro dia, penso que, por obra divina propositalmente para que pudéssemos saborear este momento histórico, que nos faz acreditar na chegada de uma nova geração. Uma nova geração com um novo olhar, para um novo mundo.

Sportbook sites http://gbetting.co.uk/sport with register bonuses.