Entrar

Por um melhor entendimento

Destaque Por um melhor entendimento Angélica Spengler/AG

Na condição de já ter assistido, sem qualquer receio de errar, mais de 1.500 sessões do Legislativo nestes mais de 30 anos de jornalismo, posso afirmar, também sem qualquer receio de errar, que nunca presenciei algo parecido com o que vem ocorrendo nos últimos tempos na Câmara de Vereadores de nossa cidade. E escreve aqui quem apostou, logo no início desta legislatura, que esta composição poderia vir a se constituir como uma das melhores Câmaras da região, levando em conta o alto nível intelectual de seus componentes.
Se não concordam comigo e acredito que alguns não hão de concordar, perguntem então, senhores vereadores e senhora vereadora, como anda a imagem do nosso Legislativo nas ruas da nossa cidade. Eu não vou e muito menos pretendo avaliar individualmente as suas condutas, por que tenho o mais claro conhecimento de que todos vocês são adultos suficientes, e, por isto, capacitados para saber o que estão fazendo e que caminhos pretendem seguir. Tenham a certeza que o que escrevo não tem outro direcionamento senão o de defender a rica história da Câmara de Vereadores como instituição, especialmente em homenagem e em honra aos muitos homens e nem tantas mulheres que por ali já passaram e que merecem a nossa mais distinta consideração. Não pensem também senhores vereadores e senhora vereadora que o que escrevo tem qualquer conotação favorável ou contrária em relação as suas ideologias partidárias, e muito menos as suas posições em relação ao poder executivo, até porque, muitas vezes elas mudam de acordo com suas vontades ou mesmo de acordo com seus interesses que podem ser políticos ou mesmo pessoais, aos quais, democraticamente, eu juro que respeito, respeito este que espero seja igualmente recíproco com aquilo que escrevo e que por vezes penso. E, quando me refiro em respeitar opiniões, não significa necessariamente concordar com elas.
Preciso dizer também que não estou colocando todos no mesmo cesto, até porque, sem falsa modéstia sei muito bem discernir aquilo que acredito ser certo ou ser errado e esta análise também deixo para cada um dos componentes do Legislativo para que façam a sua auto avaliação, pois se lá estão é porque receberam através do voto uma procuração para representar a absoluta vontade popular e isto deve, acima de qualquer condição ser respeitada, especialmente pelos próprios vereadores. Se assim opino, se assim escrevo, é porque tenho a pretensão de buscar o bom entendimento entre os poderes.

Mais nesta categoria: « Conversando com os fios
Sportbook sites http://gbetting.co.uk/sport with register bonuses.